Benefícios e Custos

Benefícios dos Sistemas Solares

Os sistemas solares, principalmente aqueles integrados as edificações urbanas e interligados ao sistema de distribuição, oferecem diversas vantagens para o sistema elétricos, muitas das quais relacionadas a custos evitados e que ainda não são considerada ou quantificadas. Veja abaixo algumas delas:

  • Redução de perdas por transmissão e distribuição de energia, já que a eletricidade é consumida onde é produzida;
  • Redução de investimentos em linhas de transmissão e distribuição;
  • Edifícios com tecnologia solar integrada não exigem área física dedicada;
  • Edifícios solares fornecem os maiores volumes de eletricidade nos momentos de maior demanda (Ex.: o uso de ar-condicionado é maior ao meio-dia no Brasil, quando há uma maior incidência solar);
  • Quando distribuídos estrategicamente, os geradores solares oferecem mínima capacidade ociosa de geração: por sua grande modularidade e custos prazos de instalação, podem ser considerados como um Just-in-time de adição de capacidade de geração.

Fonte: RÜTHER, Ricardo. Edifícios Solares Fotovoltaicos. Florianópolis: LABSOLAR, 2004.

CUSTOS

Observando todos os benefícios da energia solar, muitas pessoas podem se perguntar: por que então ela ainda não é largamente utilizada?

Gráfico da Associação de Indústrias Fotovoltaicas da Alemanha

Mostra a queda dos preços na Alemanha

A principal explicação é o custo, ainda elevado em comparação com as fontes tradicionais de energia. No segundo semestre de 2013, a instalação de sistema solar na Alemanha estava em torno de 1,69 mil euros o quilowatt de potência (kWp) (veja imagem ao lado). No Brasil, o custo varia de 7 a 10 mil reais por kWp.

Este valor vem caindo consideravelmente nos últimos anos. A maior queda nos preços ocorreu entre 2008 e 2009, passando de valores altos como US$ 3,5 por watt em 2008 para US$ 2 por watt em dezembro de 2009.

Fonte: EPIA

Gráfico mostra histórico de queda de preços

“Para manter a competitividade, as indústrias investem no aumento da eficiência, na redução de custos de operação e no aumento da capacidade de utilização das fábricas. Baixos custos, alta qualidade na fabricação e a habilidade de resposta rápida a mudanças no mercado se tornaram a marca das empresas resilientes e lucrativas”, afirma o Renewable 2010 Global Status Report.

A figura ao lado apresenta uma estimativa de evolução de custos para sistemas solares de grande porte. Por essa análise, a redução de preço esperada será superior a 5% ao ano nos próximos dez anos.